TDAH 

TDAH: Descubra a doença que mais cresceu nos últimos anos

TDAH-Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade é uma condição neuropsiquiátrica que afeta crianças e adultos em todo o mundo.

Segundo a OMS, em torno de 3% da população mundial sofre com a doença, enquanto no Brasil, segundo a Associação Brasileira do Déficit de Atenção (ABDA), mais de 5% das crianças têm TDAH.

Neste artigo, exploraremos o TDAH, seus sintomas, diagnóstico, tratamento e estratégias de enfrentamento, com foco em informações valiosas para quem visa compreender e lidar com essa condição.

O que é TDAH e como identificar?

O TDAH é um transtorno neuro comportamental caracterizado por dificuldades persistentes de atenção, impulsividade e hiperatividade.

Embora seja frequentemente diagnosticado na infância, o TDAH pode persistir na idade adulta, afetando a vida acadêmica, profissional e pessoal.

Principais Sintomas do TDAH

Os sintomas do TDAH podem variar, mas geralmente incluem:

·         desatenção,

·         dificuldade em manter o foco em tarefas,

·         impulsividade,

·         inquietude,

·         dificuldade em seguir instruções,

·         organização deficiente,

·         tendência a interromper conversas.

É importante ressaltar que a gravidade e a combinação dos sintomas podem diferir de pessoa para pessoa.

Diferenças entre TDAH e Ansiedade: O Que Você Deve Saber

É importante compreender as diferenças entre o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) e a ansiedade, uma vez que ambas as condições podem apresentar sobreposições em seus sintomas.

Enquanto a ansiedade muitas vezes leva as pessoas a desviarem sua atenção para preocupações constantes, o TDAH é caracterizado principalmente por dificuldades persistentes de concentração e foco em diversas situações.

É crucial observar o contexto em que esses sintomas surgem.

A ansiedade está associada a sentimentos de nervosismo, medo e apreensão, geralmente relacionados a situações específicas, como apresentações públicas ou exames.

Por outro lado, o TDAH se manifesta como uma dificuldade de concentração generalizada que persiste na maioria das atividades do dia a dia.

Embora haja uma associação entre TDAH e ansiedade, compreender essas diferenças é fundamental para um diagnóstico preciso e um tratamento eficaz.

Diagnóstico e Avaliação

O diagnóstico preciso do TDAH requer uma avaliação cuidadosa por um profissional de saúde mental, que pode ser um psiquiatra ou um neurologista especializado.

É fundamental considerar a história clínica do paciente, entrevistar familiares e aplicar critérios diagnósticos reconhecidos para determinar a presença do TDAH.

Controle e Tratamento: 

O tratamento do TDAH pode envolver várias abordagens.

Medicamentos, como estimulantes e não estimulantes, podem ser prescritos para controlar os sintomas.

Terapias comportamentais, como a terapia cognitivo-comportamental, são úteis para desenvolver habilidades de gerenciamento de impulsividade e desatenção.

Além disso, estratégias de controle eficazes incluem criar rotinas consistentes, a definição de metas claras, o uso de ferramentas de organização, a prática regular de exercícios físicos e a adoção de uma alimentação balanceada.

O apoio da família e o envolvimento de professores ou empregadores também são fundamentais para o sucesso no tratamento do TDAH.

Conclusão: O TDAH é uma condição complexa, mas com o diagnóstico correto e um tratamento adequado, é possível aprender a gerenciar os sintomas e levar uma vida plena.

Se você ou alguém que você conhece está enfrentando o TDAH, a busca por ajuda profissional é o primeiro passo para encontrar estratégias eficazes para melhorar a qualidade de vida.

@ 2023 Dr João Marcos - Direitos reservados
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram