Método SDA

Há uma epidemia silenciosa. 

Diferente do que se viu na pandemia do COVID 19, mas advinda e evidenciada por consequência desta: 

A epidemia da ansiedade. 

Segundo o Relatório Mundial de Saúde Mental de 2022, houve um aumento de 28% dos casos de depressão e 26% da ansiedade, ou seja 129 milhões de pessoas no mundo desenvolveram essas doenças em um ano. 

É um quadro assustador e esse “surto” que assolou a saúde mental não só no Brasil, mas no mundo todo tem uma causa principal: 

Uma vida levada no automático. 

De repente, as pessoas se deram conta de que elas “poderiam morrer”. 

Os afazeres do dia, as agendas, o trabalho, as reuniões, a academia, a liberdade de ir vir. 

Tudo isso foi negado e restou a perda de sentido. 

Afinal, para que estavam vivendo? 

Elas se deram conta da única certeza de quem vive: 

A morte. 

E tudo isso gerou pânico, histeria, medo e agora, infelizmente, os frutos vieram:  

Ansiedade. Depressão. Burnout.  

Aos poucos a vida foi retomando o ritmo. Normal? 

Não, tudo menos normal. Muitas marcas ficaram.  

O emocional abalado. O sentimento de vazio. A perda de esperança. Uma certa apatia diante da vida. 

Ainda que não se saiba exatamente o que causa tudo isso, as pessoas tentam voltar para suas vidas de antes. 

E é aí que está o erro. 

Não se deve voltar a viver uma vida no automático. 

É preciso tirar algo de bom diante de todo o mal que o coronavírus nos causou: 

Só é possível viver uma vida menos ansiosa, se essa vida for vivida com presença. 

Já dizia Carl Jung: “Até você se tornar consciente, o inconsciente irá dirigir sua vida e você vai chamá-lo de destino.” 

E esse é o meu papel aqui na internet, com meus pacientes, com meus alunos: 

Tirar as pessoas do automatismo que estão levando suas vidas. 

Minha missão é fazer com que cada pessoa que passe por mim, retome o movimento natural da própria vida. 

Mas para que isso aconteça é necessário um choque de realidade. 

Assim como um desfibrilador que afasta o perigo de morte porque faz o coração voltar a bater no ritmo certo, em sístole e diástole. 

É possível retomar o controle da própria vida e viver com mais equilíbrio, mais presença e consequentemente sem medos. Sem ansiedade. 

Para isso, basta trilhar comigo o caminho do método que eu criei.  

O Método SDA: Saindo do Automático.

@ 2023 Dr João Marcos - Direitos reservados
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram